O FS PRO BRASIL SEVER além de ser um blog é também um servidor para você poder voar no seu FS2002, FS9 e FSX. Um servidor com moderador onde você não terá problemas em voar.
Para você voar conosco online no FS PRO BRASIL SERVER
Certifique-se que suas portas 23456, 6073, 2302-2400 e caso use Fsnavigator 23432 estajam abertas e todoas UDP/TCP
Use o IP: fs9.no-ip.org
**TS3 IP fs9.no-ip.org
**RAIDCALL:Atcfsprobrasilserver ID: 3028237

Brasil Server (Não Tem mais ATC) tem Moderador

terça-feira, 14 de fevereiro de 2012

Piloto compra Boeing para servir de espaço de eventos em Araraquara, SP

Aeronave foi arrematada em leilão da Vasp por R$ 133 mil.
Avião tem condições de voo, mas será transportado por via terrestre.


O Boeing 737-200 da Vasp foi arrematado por
R$ 133 mil em leilão (Foto: Divulgação)

Amante da aviação, o piloto Ednei Capistrano, de 57 anos, morador de Araraquara, no interior de São Paulo, realizou um sonho no início da semana. Ele arrematou um Boeing 737-200 em um leilão da massa falida da Vasp por R$ 133 mil e quer utilizar a aeronave como espaço de eventos na cidade.
A intenção de fazer o projeto é antiga e foi adiantada com o leilão, realizado em São Paulo, na segunda-feira (6). “Gosto de aviação desde criança e a oportunidade que surgiu foi perfeita”, diz. Capistrano é piloto desde os 20 anos, atuou em voos comerciais por 11 anos e hoje trabalha como piloto executivo.
A ideia é transformar a aeronave antiga em uma área de eventos. “Ela será aberta para quem se interessar em alugar o espaço para festas e recreação de crianças”, observa. O avião ficará em uma chácara, localizada entre Araraquara e o distrito de Bueno de Andrada.
Além desse interesse na utilização do avião, o piloto encontrou uma maneira de manter inteiro o Boeing que estava à venda. “É uma forma de preservar parte da história da aviação brasileira”, afirma. “Nunca desmancharia essa relíquia”, comenta ele, sobre a aeronave que foi utilizada no Brasil entre 1969 e 2005.
Transporte
Mesmo com condições de voo, a aeronave não possui licença para voar e o período de liberação da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) é maior que o tempo-limite determinado pela Justiça, para a retirada da aeronave do pátio do Aeroporto de Congonhas.

O novo proprietário garante que a aeronave não será desmanchada, como o que frequentemente ocorre após a venda de antigos aviões, normalmente utilizados para retirada do alumínio das carcaças. Mas, para trazê-la até a cidade, terá que ser desmontada.

O transporte será realizado por caminhões e deverá ter apoio da Polícia Rodoviária e do Departamento de Estradas e Rodagem (DER). O avião está previsto para chegar em Araraquara em 45 dias e deve demorar outros 30 para ser montado novamente.
Fonte:G1
13/02/2012